Notícias

Os Impactos do Novo Código de Processo Civil e as Corregedorias-Gerais de Justiça: Tendência e Resoluções

Esse foi o tema central da 72ª edição do Encoge, que aconteceu no STJ, em Brasília, nos dias 11 e 12/8

O Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, sediou o 72º Encontro Nacional dos Corregedores-Gerais da Justiça, com a temática “Os impactos do novo Código de Processo Civil e as Corregedorias-Gerais de Justiça: tendência e resoluções”, nos dias 11 e 12 de agosto. A corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, recebeu os corregedores de todos os Tribunais de Justiça do país, junto com a presidente do Colégio Permanente de Corregedores-Gerais dos Tribunais de Justiça do Brasil (CCOGE), desembargadora Maria Erotides Kneip, do TJMT.

O Encoge tem como objetivo promover o intercâmbio de ideias, contribuindo para a melhoria da qualidade e para a prestação mais uniforme dos serviços judiciários em todo o Brasil. “O intercâmbio de ideias, projetos e ações, por intermédio das Corregedorias-Gerais da Justiça, é extremamente necessário para a edificação do novo Judiciário nacional, mais efetivo e próximo do cidadão”, ressaltou a ministra Nancy Andrighi, no primeiro dia do evento.

O presidente do IRIB, João Pedro Lamana Paiva, foi convidado para apresentar o tema “Os reflexos das inovações do novo Código de Processo Civil no foro extrajudicial”, juntamente com o vice-corregedor da Justiça do Estado de Santa Catarina, desembargador Salim Schead dos Santos, no segundo dia do evento.

A programação discutiu outros temas, tais como “Regulamentação das modificações trazidas pelo novo Código de Processo Civil: atos normativos do CNJ”, “Regulamentação das modificações do novo Código de Processo Civil pelas Corregedorias-Gerais de Justiça dos Estados” e “As Corregedorias-Gerais de Justiça e a unificação do sistema de execução penal”.

Veja a apresentação


Fonte: Assessoria de Comunicação do IRIB