Notícias

Começa o XI Seminário Luso-Brasileiro-Espanhol-Chileno de Direito Registral Imobiliário

Evento reúne cem congressistas dos quatro países em Florianópolis/SC, nos dias 27 e 28 de outubro

Pela quinta vez, o Brasil sedia o XI Seminário Luso-Brasileiro-Espanhol-Chileno de Direito Registral Imobiliário. Desta vez, Florianópolis, em Santa Catarina, foi escolhida para receber o evento, que conta, pela primeira vez, com a participação do Chile. Cerca de cem congressistas, dos quatro países, participam da edição que marca o transcurso de uma década de existência do Seminário.

Em seu discurso de abertura, o presidente do IRIB, João Pedro Lamana Paiva, ressaltou que os membros do IRIB sentem muito orgulho de ter sido a primeira entidade a defender a ideia de criação de um evento internacional, capaz de reunir as entidades representativas dos estudos do Direito Registral Imobiliário. “Nossas origens evolutivas são muito próximas, considerando a predominância do tronco comum provindo do Direito Romano, influenciado, também, pelos modelos políticos nacionais de nações que evoluíram historicamente desfrutando de grande proximidade em suas relações”.

A presidente do Centro de Estudos Notariais e Registrais (CENoR), Mónica Vanderleia Alves de Sousa Jardim, lembrou que a parceira entre Portugal e Brasil precede à realização da primeira edição do Seminário, em 2006, sediado em Porto Alegre/RS. “É uma honra, como sempre, poder estar aqui de novo. O IRIB foi nosso primeiro parceiro, depois a Espanha, no ano de 2011, e, agora, estamos muito felizes com mais uma nova entidade, a Corporação Chilena”.

Representante do Colégio de Registradores de La Propiedad, Mercantiles y de Bienes Muebles de España, Sergio Saavedra, falou da importância da união dos quatro países na realização do evento. “O contato direto com os amigos registradores de outros países faz muito sentido para nós. Agradeço ao Brasil e a Portugal pela oportunidade de estar aqui”, disse. A Espanha passou a fazer parte do núcleo organizador do Seminário em 2011.

O vice-presidente da Corporação Chilena de Direito Registral, Yamil Abraham Najle Alée, fez breve apresentação sobre interconexão registral, onde destacou a situação atual do Chile. “Talvez, não possamos adiantar os fatos, mas podemos crescer com as mudanças sociais e econômicas. Agradecemos o esforço desdobrado dos organizadores e dos representantes dos países presentes, que testemunham e dão força a esta ideia. Para nós, é um reconhecimento e prazer participar da construção desse projeto, que, sem dúvida, veio para ficar”.

O registrador de imóveis Miguel Ortale, presidente do Colégio Registral de Santa Catarina, falou da satisfação em receber em seu estado palestrantes tão ilustres. “A parceria com o IRIB nos possibilita participar deste importante evento cultural e científico para a atividade registral imobiliária. Estamos participando de um Seminário voltado para o futuro e, com certeza aprenderemos muito com esta troca de experiência entre os quatro países”, disse. Ortale também agradeceu a presença e apoio do Tribunal de Justiça e da Corregedoria-Geral de Justiça do Estado.

Anfitrião do evento e diretor Social e de Eventos do IRIB, o registrador imobiliário Jordan Fabrício Martins falou da satisfação em receber congressistas de quatro países em Florianópolis. “Tenho certeza de que a troca de experiências sobre o Direito Notarial e Registral entre as nações será rica para todos os colegas presentes, pois estamos reunindo aqui no Sul do Brasil especialistas nos temas, que são comuns e importantes a todos nós, brasileiros, portugueses, espanhóis e chilenos”.

Discurso do presidente do IRIB

Apresentação Interconexión registral – Chile

Fonte: Assessoria de Comunicação do IRIB

Em 27.10.2016