Notícias

Central de Registro de Imóveis é Tema de Live na OAB Caxias

O registro eletrônico como ferramenta fundamental frente à prevenção da COVID-19 foi tema de uma live realizada durante a noite de quinta-feira (23.04) pelo Instagram da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção Caxias do Sul (@oabcaxias). A atividade, realizada ao vivo de forma on-line, teve a participação do presidente da Associação dos Notários e Registradores do Rio Grande do Sul (Anoreg/RS), João Pedro Lamana Paiva.

Na ocasião, Lamana Paiva apresentou aos usuários que assistiam à transmissão todos os serviços da Central de Registro de Imóveis (CRI-RS), bem como seu impacto, os benefícios para a sociedade e como ela tem auxiliado a comunidade e os registradores a garantirem o direito de propriedade em tempos de pandemia.

“Progredimos quase um século com a utilização da CRI-RS, ainda mais agora com a aprovação do Operador Nacional do Sistema de Registro Eletrônico de Imóveis (ONR). A vida e os negócios nunca mais serão os mesmos. O mundo já mudou e vai mudar ainda mais. É na adversidade que temos que ter cabeça para pensar e fazer alguma coisa de relevo para a sociedade”, comentou o presidente.

Organizadora da live, a coordenadora da Comissão de Cartórios Extrajudiciais da OAB – Subseção de Caxias do Sul, Fabiana Mendes Isolan, explicou que a ideia surgiu da necessidade de utilização da CRI-RS pelos operadores do Direito.

“É uma ferramenta que se enquadra perfeitamente no momento atual de pandemia e, sobretudo, respaldada no perfil de compartilhamento de conhecimento adotado pela atual gestão da nossa Subseção”, disse.

Para a coordenadora, estes debates são de extrema relevância para o aprofundamento do tema, compartilhamento de experiências entre advogados, operadores do sistema e usuários do serviço em geral.

“É importante para entendermos, nos adequarmos e também, quem sabe, contribuirmos às inúmeras possibilidades desta essencial e moderna ferramenta. Por meio da Comissão começamos a estudar e a acompanhar mais de perto as atividades notariais e registrais em toda a sua extensão, de forma que já estávamos alertas aos regramentos que instituíram o registro eletrônico”, comentou.

Segundo Fabiana, a Comissão de Cartórios Extrajudiciais da OAB – Subseção de Caxias do Sul surgiu em decorrência das necessidades dos advogados atuantes no ramo imobiliário e em medidas alternativas de desjudicialização.

A transmissão, que teve aproximadamente uma hora de duração, contou com a participação de mais de 80 espectadores.

Fonte: Assessoria de Imprensa