Notícias

Anoreg/RS Realiza Reunião On-Line com Banrisul para Tratar de Dívidas a Protesto

A Associação dos Notários e Registradores do Rio Grande do Sul (Anoreg/RS) e o Instituto de Estudos de Protesto do Rio Grande do Sul (IEPRO/RS) realizaram, nesta segunda-feira (27.04), uma reunião virtual com a Presidência do Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul), para tratar de dívidas enviadas a protesto. O encontro on-line contou com a participação do presidente do Colégio Registral do Rio Grande do Sul, Cláudio Nunes Grecco, também do deputado estadual e presidente da Frente Parlamentar da Justiça Notarial e Registral do Rio Grande do Sul, Elizandro Sabino (PTB), dentre outros.

Na ocasião, o presidente do IEPRO/RS, Romário Mezzari, falou aos representantes do Banrisul sobre a evolução no processo de títulos a protestos e a necessidade de readaptar a decisão que interrompia o protesto de títulos, mostrando um outro aspecto da atividade. De acordo com Mezzari, é preciso solucionar a questão, visto que os serviços foram considerados essenciais e todos os Tabelionatos de Protesto do estado também são correntistas do Banrisul.

Em seguida, o presidente da Anoreg/RS, João Pedro Lamana Paiva, realizou uma apresentação da entidade e do Fórum de Presidentes, e falou sobre da possibilidade de firmar um convênio entre as instituições, o Colégio Registral do Rio Grande do Sul e o Instituto de Registro Imobiliário do Rio Grande do Sul (IRIRGS) para utilização da Central de Registro de Imóveis (CRI-RS) para os contratos de alienação fiduciária, compra e venda, etc. Lamana Paiva falou ainda sobre a importância do protesto de títulos.

“Dos 100 títulos que são levados ao apontamento por protesto, cerca de 70% são pagos em três dias úteis, ou seja, recuperados após intimação. E outros 10%, ainda são recuperados dentro do período de cinco anos”, explicou, contando com o apoio de Mezzari.

Recebendo todas as informações, o presidente do Banrisul, Cláudio Coutinho, disse que levaria as sugestões para os responsáveis para avaliação da situação. Conforme Coutinho, a ideia é não “estressar a economia”.

“Vamos pegar o diagnóstico do que está acontecendo de fato para tomarmos uma decisão. Na próxima semana teremos uma visão mais completa do que fazer”, relatou.

Participaram também da reunião virtual, o diretor da Anoreg/RS e presidente do Colégio Registral do RS, Cláudio Nunes Grecco, os diretores do IEPRO/RS, Alexandre Pelegrini e Edison Kirsten, além do diretor do Banrisul, Fernando Postal, e a assessora do deputado Elizandro Sabino, Débora dos Santos Betim.

Fonte: CR-RS Assessoria de Imprensa