Notícias

Presidentes de Entidades Notariais e Registrais Participam de Reunião On-line da Comissão de Economia e Desenvolvimento da AL/RS

Presidentes das entidades de classe notariais e registrais gaúchas participaram, na tarde de segunda-feira (04.05), de uma reunião on-line da Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo da Assembleia Legislativa do Estado (AL/RS), a convite do deputado estadual Sebastião Melo (MDB). O encontro, cujo objetivo era discutir problemáticas e soluções sobre o mercado imobiliário em tempos de Coronavírus, foi realizado por teleconferência.

Na ocasião, diversos players do mercado imobiliário gaúcho falaram sobre as dificuldades que estão sendo enfrentadas durante o período de pandemia, como a baixa nas vendas, a desocupação de imóveis locados e a inadimplência. Participaram do debate representantes de construtoras, imobiliárias e associações, como Aquiles Dal Molin Júnior (Sindicato das Indústrias da Construção Civil no Rio Grande do Sul – SINDUSCON-RS), Darwin Maciel (Rede Gaúcha de Imóveis) e Moacyr Schukster (Sindicato Intermunicipal das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis e dos Condomínios Residenciais e Comerciais no Rio Grande do Sul – SECOVI-RS), que expuseram um panorama inicial dos negócios na capital e no estado.

O Presidente da Associação dos Notários e Registradores do Rio Grande do Sul (Anoreg/RS), João Pedro Lamana Paiva, enfatizou o trabalho que vem sendo feito pelos cartórios gaúchos, a fim de não paralisar a economia. Lamana Paiva enfatizou a necessidade de reinvenção por parte do mercado imobiliário e da construção civil, visto que a pandemia não possui uma data certa para acabar.

“Este é um dos ramos mais interessantes que temos, não só no Brasil, como no resto do mundo. Gostaria de dizer aos amigos da construção civil que, tanto o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), quanto a Corregedoria-Geral da Justiça do Estado (CGJ-RS), declararam as atividades notariais e registrais como essenciais para a continuidade das atividades de todos os negócios. Desta forma, estamos com os cartórios abertos e fazendo o possível para que os serviços continuem. Cerca de 45% a 50% dos negócios estão prejudicados”, disse.

O presidente falou, ainda, sobre as facilidades da Central de Registro de Imóveis (CRI-RS), que permite que qualquer pessoa possa fazer o envio de títulos, em qualquer dia e hora, de forma on-line. Segundo ele, com essa tecnologia foi possível avançar cinco anos em apenas alguns meses.

Em seguida, falaram também a presidente do Instituto de Registro Imobiliário do Rio Grande do Sul (IRIRGS), Denize Alban Sheibler, o presidente do Colégio Registral do Rio Grande do Sul, Cláudio Nunes Grecco, e também o presidente da Fundação Escola Notarial e Registral do Rio Grande do Sul (Fundação Enore), representando os Tabelionatos de Notas, Ricardo Kollet.

Presidida pelo deputado Sebastião Melo, a reunião contou com a participação dos deputados estaduais Frederico Antunes (PP) e Ruy Irigaray (PSL). Irigaray pronunciou-se sobre a demora para licenciamentos imobiliários em Porto Alegre, quando da análise do projeto imobiliário, pois, segundo ele, o processo deveria ser mais ágil. O parlamentar ressaltou outra crise a ser enfrentada durante a quarentena: a seca. Há mais de 20 dias o Rio Grande do Sul não registra um volume considerável de chuvas sobre seu território, o que impacta severamente os reservatórios e o abastecimento de água da região.

O deputado Sebastião Melo finalizou a atividade, ressaltando que seu trabalho como parlamentar era de ouvir e ajudar a criar um consenso para estabelecer a retomada da economia. “Apenas posso prometer que esperem de mim muito trabalho e bom senso”, falou.

Fonte: ANOREG-RS Assessoria de Imprensa